51 3026 8979

    51 9 8137 5691

 

FRATER ESPAÇO BIOCÊNTRICO

 A AVENTURA   DO   AUTOCONHECIMENTO

Seta: para a Direita: continua
Seta: para a Esquerda: Volta

Tema do módulo

Teoria desenvolvida

Sexualidade

Definição de Sexualidade

A Vivência Sexual e o Inconsciente Vital

Evolução da Sexualidade Adulta através de Biodanza

O Desejo na Gênese do Prazer

O Corpo: Fonte de Prazer

Masturbação

Busca Persistente do Prazer do Movimento

Da Fonte Instintiva à Integração

Impulso Sexual e Identidade

Fetiche e Âmnios

Erotismo Indiferenciado e Diferenciado

Escolha do Par:  Decisão ou Preferência

Amor Exclusivo e Amor ao Mundo

O Par Ecológico

Bases Fisiológicas

Hormônios e Neuromoduladores da Sexualidade

Mudanças Fisiológicas durante a Aproximação Sexual

Curvas do Orgasmo Masculino e Feminino

Fecundação

Aspectos Míticos e Antropológicos

Vagina e Falo como Expressões Cósmicas

Função Ritual da Orgia

A Revolução Sexual

Idealismo e Genitalização

Esquema sobre Valores Culturais Castradores

Esquema sobre a Repressão–Liberação

Transtornos da Sexualidade

Tabela sobre Transtornos da Sexualidade na Mulher

Tabela sobre Fatores Determinantes de Patologia Sexual

Tabela de Sintomas para o Diagnóstico da Sexualidade

Pautas para Conhecer a Qualidade da Identidade Sexual

Biodanza e Sexualidade

Efeitos de Biodanza sobre a Vivência Sexual

Exercícios da Linha de Sexualidade e seus Efeitos

Progressividade

 

Criatividade

Definição de Criatividade

Esplendor Criativo

A Criatividade: uma Função Natural

Criatividade Existencial

Repressão da Criatividade

Aspectos Biológicos da Função Criativa

A Criatividade como Expressão de Superabundância

Biodanza e o Desenvolvimento da Função Criativa

Linha de Criatividade: Patologia e Prescrições

A Criatividade e o Modelo Teórico

A Dança da Criação

Expressão Artística

Arte e Princípio Biocêntrico

Ver e Amar

Grafismo Infantil

Biodanza, Desenho e Pintura

Biodanza e Poesia

Biodanza e Expressão em Argila

Expressão de Sensações Cenestésicas e Vivências pela Argila

Criatividade a partir da Vivência

Danças Criativas

Dança e Estilos de Pintura

Como Criar uma Canção

Nós Somos a Mensagem

Afetividade

Definição de Afetividade  (Mundo dos Sentimentos)

Para uma Fenomenologia da Afetividade

Renovação Biológica e Reprogressão

Aspectos Biológicos da Afetividade

Componentes Estruturais da Afetividade:

Identidade

Nível de Consciência

Nível de Comunicação

Ecofatores e Antecedentes Biográficos

A Afetividade é a Inteligência Biocósmica

Alexitimia: Emoções Confusas

Alexitimia e Biodanza

Patologia da Afetividade

A Auto-Opressão

Afetividade e Argumentos de Vida Patológicos

Afetividade e Auto-regulação

Percepção Estética do “Outro”

Importância do Abraço

Modelo de Encontro

Índices de Afetividade

Sofrimento e Felicidade

Do Sofrimento à Plenitude

Fundamentos de Ecologia Humana

A Amizade

A Ética, um Absoluto Humano

Bibliografia

Transcendência

Conceito  de Transcendência

Transe e Regressão

Indução de Transe em Biodanza

Estados de Consciência Suprema

Acesso ao Maravilhoso

Sacralidade da Vida

A Essência Divina

A Vivência Mística

Biodanza: Transformação do Indivíduo em Dança

Autocontrole Evolutivo

Dinâmica da Malignidade e da Bondade

Mecanismos de Ação de Biodanza

Expressão da Identidade

Exercícios de Ação Integradora

Ação de Biodanza sobre a Vitalidade e a Saúde

Ação de Biodanza sobre a Sexualidade

Ação de Biodanza sobre a Criatividade

Ação de Biodanza sobre a Afetividade

Ação de Biodanza  sobre a Linha de Transcendência

Mecanismos Neurofisiológicos

Ação Terapêutica e Reabilitação Existencial

Mecanismos de Ação sobre Grupos Específicos

Diálogos Silenciosos induzidos pela Proximidade e o Contato

Ação sobre a Estrutura Sociocultural

Educação Biocêntrica

Conceito de Educação Biocêntrica

Fins da Educação Biocêntrica

Estrutura Teórica da Educação Biocêntrica

Inteligência Afetiva

Educação Biocêntrica e Imagem do Homem

Aprender a Construir o Conhecimento

Necessidade Social

Enfoque Epistemológico da Educação Biocêntrica

Biodanza como Mediação

Definição de Biodanza

O Princípio Biocêntrico

A Imagem Ampliada do Homem na Educação

O Corpo em Educação

A Criança em Movimento

Educação Biocêntrica e Expressão de Potenciais

Biodanza e Profilaxia

Aplicações e Extensões de Biodanza

Biodanza para Crianças

Biodanza para Anciãos

Biodanza para Casais

Biodanza Familiar

Biodanza para Mulheres Grávidas

Biodanza em Empresas

Biodanza e Estresse

Biodanza para Doentes Psicossomáticos

Biodanza para Doentes Mentais

Biodanza para Doentes de Parkinson

Biodanza para Doentes de Alzheimer

Biodanza em Anorexia e Bulimia

Biodanza para Deficientes Sensoriais

Biodanza para Deficientes Motores

Biodanza em Transtornos Sexuais

Biodanza para Toxicômanos

Reabilitação Existencial

Biodanza: Ars Magna

Todos Somos Um

Arte da Vida

Atuar Sobre a Parte Sã

O Ato Íntimo de Curar

Para uma Visão Integral do Homem

Uma Terapia para "Doentes de Civilização"

Fenomenologia: Modos de Sentir-se Doente

Doenças Psicossomáticas

Mecanismo de Adaptação ao Estresse

O Sistema Imunitário e as Emoções

Biodanza e Doenças Psicossomáticas

Metodologia I  (Semântica Musical)

Modelo Teórico de Biodanza e Música

Para uma Semântica Musical

Música – Movimento – Vivência:  uma Estrutura Unitária

Critérios de Seleção das Músicas para Biodanza

Exemplo Esquemático da Relação entre Emoção e Música

Exemplos de Exercícios e Músicas em Relação ao Processo de Integração e as Linhas de Vivência

Metodologia II (A Sessão de Biodanza)

A Sessão de Biodanza:

Significado Antropológico

Objetivo

Níveis

Demonstrações Públicas e Aulas Abertas

Duração

Estrutura

Os Exercícios de Biodanza:

Efeitos Fisiológicos

Exercícios Básicos e Exercícios Específicos

Classificação

A Consigna

A Música

Estruturação da Parte Vivencial:

Exemplos de Exercícios de Integração, Comunicação Afetiva e Comunicação e onde colocá-los na Estrutura da Vivência

Exemplos de Exercícios Específicos de Expressão dos Potenciais Genéticos

A Passagem de um Exercício a Outro

Ativação Final

Metodologia III (A Sessão de Biodanza - Continuação)

Sessões de Iniciação

Exemplos de Estruturas de Vivências de Iniciação

Sessões de Aprofundamento e de Radicalização de Vivências

Intensidade da Vivência

Exemplos de Estruturas de Vivências de Aprofundamento e Radicalização nas Cinco Linhas

Dificuldades e Erros Metodológicos

Código para alcançar uma Lucidez Discriminativa que Permita Diferenciar o Sistema Biodanza de outras Propostas de Desenvolvimento Humano

 

- Metodologia IV (Curso Semanal e Maratona de Biodanza)

Curso Semanal de Biodanza

Níveis

Cursos de Iniciação

Curso de Aprofundamento e Radicalização de Vivências

Duração

Programa de um Curso Semanal de Biodanza

Objetivos Globais

Objetivos Específicos

Explicações Teóricas

Exemplos de Argumentos Teóricos para o Programa de um Curso Semanal de Biodanza

Seqüência de Vivências

Programa de um Curso de Iniciação

Parte Teórica

Parte Vivencial

Exemplos de Exercícios de Integração

Exemplos de Exercícios de Comunicação Afetiva, Regressão e Transe que podem ser inseridos no Programa de um Curso de Iniciação

Programa de um Curso de Aprofundamento e Radicalização de Vivências

Parte Teórica

Parte Vivencial

Exemplos de Exercícios Específicos de um Programa de Aprofundamento e Radicalização de Vivências

Maratona de Biodanza

Níveis

Duração

Estrutura